sexta-feira, 25 de julho de 2008

Saudades

Tenho uma tia que eu adoro. Psicóloga. Irmã caçula do meu pai, que também a adorava. Mora bem pertinho de mim. Dá para ir a pé. Mas a gente nunca vai. Ela também nunca vem. Que será que rola, né ? A gente se gosta. Não tenho dúvidas. É a correria do dia-a-dia ? Parece uma desculpa tão batida, não ? Tia, vem aqui em casa. Tô com saudades !

3 comentários:

tia solange sexta-feira, 25 julho, 2008  

Minha sobrina querida, bom ter a certeza do afeto. Também eu adoro você. Na minha lembrança, tantas cenas bela.Essa distancia merece realmente uma explicação. Acredito que se refere, estranhamente às certezas, Já que nos gostamos tanto e você esta tão bem e possível não ver. Como se eu acabasse dedicando mais atenção aqueles que por diversas questões mais precisam. Isso não é bom. Sei que as aparências enganam. Esse fim de semana vou viajar. Poderíamos tomar um chá juntas antes do término das férias.
Muitos abraços e beijos

tati terça-feira, 29 julho, 2008  

Engraçado isso, né? também sinto essas saudades de vez em sempre!!! A gente tinha que se ver mais, né Tia?

Adorei a sua visita surpresa optro di lá em casa!! Faz mais vezes???

Bjos

vovó domingo, 10 agosto, 2008  

Quando nós morávamos perto você sempre ia lá em casa. Um dia você chegou com uma árvore de Natal,loga depois o J. chegou e ajudou a montar. Ficamos todos satisfeitos. Nesse dia estava fritando bolinhos de arroz. Apareçam aqui com as meninas.

  © Blogger template 'Perfection' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP